segunda-feira, 18 de abril de 2016

Aprovado a instauração de processo de impeachment de Dilma com 367 votos a favor e 137 contra

Saiba o que pode acontecer a partir desta aprovação, após a votação quase que unânime ontem em Brasilia. O processo contra a Presidente Dilma hoje, deve seguir para o Senado que, por maioria simples, pode admitir a denúncia e afastá-la do cargo. A condenação depende do voto de 54 senadores e resulta na perda do mandato e inelegibilidade por oito anos. Ao contrario dos muitos que falam sobre golpe a democracia, a mesma população, entre aspas que a elegeu, pediu as ruas que fosse destituída do cargo. Em relação às pedaladas fiscais, foram analisados apenas o uso de recursos do Banco do Brasil para pagar benefícios do Plano Safra. O governo atrasou os repasses ao banco, que pagou os agricultores com recursos próprios. Esse atraso, na avaliação do Tribunal de Contas da União (TCU), se configura uma operação de crédito irregular. A defesa Todas as acusações foram rebatidas pelo Advogado-Geral da União, José Eduardo Cardozo, que atuou na defesa da presidente Dilma Rousseff. Para ele, não há, no relatório, fatos que comprovem que a presidente cometeu atos intencionais que atentem contra o País. Bem se não há fatos, não há o que temer, que o curso da história prossiga dentro da lei e que vença quem estiver correto na Lei.

Com os votos favoráveis de 367 deputados, 137 contrários e 7 abstenções, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o relatório pró-impeachment e autorizou o Senado Federal a julgar a presidente da República, Dilma Rousseff, por crime de responsabilidade. 


Foto divulgação Click

Confira quem se abstiveram de votar, ou seja ficaram em cima do muro: os deputados Pompeo de Mattos (PDT-RS), Vinícius Gurgel (PR-AP), Beto Salame (PP-PA), Gorete Pereira (PR-CE), Sebastião Oliveira (PR-PE), Mário Negromonte Jr. (PP-BA) e Caca Leão (PP-BA). Os deputados estavam ausentes os deputados Aníbal Gomes (PMDB-CE) e Clarissa Garotinho (PR-RJ). 

O Psol, PT, e PCdoB e outros não deram votos à favor do impedimento da presidente Dilma, confira os anotados até os 342 votos necessários para a aprovação:

Edio Lopes Roraima 
Afonso Nota PDT Sul
Bohn Gáss PT
Henrique Fontana PT
Marco Maia PT
Marcon PT
Maria do Rosaria PT
Paulo Pimenta PT
Pepe Vargas PT
Abst Pompeu de Matos PP
Decio Lima PT
Pedro Uczai PT Sta Catarina
Janete Capiberibe Amapa
Josy Araújo PTN Amapa
Profa Marcivania PCdoB
Roberto Goes PDT
Abst Vinicius Gurgel PR
Beto Faro PT
Abst Beto Salame PP 
Edmilson Rodrigues
Elcione Barbario PMDB
Júlio Vale PR
Simone Morgado PMDB
José Geraldo PT
Aliel Machado PR
Assis Couto PDT
Enio Verri PT
Zeca Dirceu PT
Dagoberto PDT
Vander Loubet PT
Zeca do PT PT
Rubens Otoni PT
Erica kokay PT
Angelim PT
Cesar Messias PSB
Leo de Brito PT
Irajá Abreu PSB
Vicentino Jr
Saguas Moraes PT
Valtemir Pereira PMDB
Ana Perugini PT
Andres Sanches PT
Arlindo chinaglia PT
Carlos Zarattini PT
Ivan Valente PSOL
Jose Mentor PT
Luiza Erudina PP
Nilto tato PT
Orlando Silva  PCdoB 
Paulo Teixeira PT
Walmir Prasidelli PT
Vicente Cândito PT
Vicentino PT
Aluísio Mendes PTN
João M Souza BMDB
Junior Mendes Dem
Rubens Pereira Jr
Waldir Maranhão PP
Werterson Rocha PDT
José Carlos PT
Aníbal Gomes ausente PMDB
Arlosto Holanda PDT
Antônio Bezerra PDT
Chico Lopes PCdoB
Domingos Neto PDT
Gorete Pereira PR
José Cirilo PT
PT José Guimares
Luiziane Lins PT
Macedo PT
Vicente Arruda CE
Aníbal Gomes ausente CE
Alessandro Molon RJ
Benedita Silva PT
Celso Pansera PDT
Chico Alencar PSOL
Chico dangelo PT
Clariça Garotinho ausente 
Gauber Braga PSOL
Jandira Feghali PCdoB
Jeans Wilians PSOL Ex BBB
Aníbal Gomes ausente UTI cirurgia
Leonardo Piciani RJ
Luiz Sérgio PT
Wadit Damouhs PT
Givaldo Vieira PT
Helder salomao PT
Assis Carvalho PT
Marcelo Castro PMDB
Regiane Dias P T
Zenaide Maia PR Rio Grande Norte
Minas desmereceu eleitores Adelmo C Leão PT
Aelton Freitas
Brunny PR
Gabriel Guimarães PT
George Hilton  Minas
Jô Moraes Minas
Deputado Eduardo Monteiro PT Minas
Margarida Salomao PT
Miguel Correa PT
PE João PT
PATRUS Ananias PT
Reginaldo Lopes PT
Afonso Florence
Alice Portugal PCdoB Bahia
Bacelar BTN
Abst Caca Leão 
Caetano PT
Daniel Almeida PCDOB Bahia
DAVIDSON MAGALHÃES BAHIA
FÉLIX MENDONÇA PDT BAHIA
Fernando Torres PSB Bahia
João Carlos Bacelar PR Bahia
Jorge Sola PT
João Carlos Araújo PR Bahia
José Nunes PSB Bahia
Abst Mario Jr
Moema Gamacho Bahia
Paulo Magalhães PSD
Roberto Brito PP Bahia
Ronaldo Gareth
Sérgio Brito PSD Bahia
Valmir Assunção Pt Bahia
Waldenor Pereira PT Paraiba
Damiao Feliciano PDT
Luiz Couto PT Paraiba
Wellington Roberto PR
Adalberto Cavalcante PTB Pernambuco


Merece nossas considerações os deputados que votaram sim:
Alfredo nascimento Sim renunciou partido Amazonas 
Danilo Forte CE 
Vitor Valim CE 
Genecias Noronha  CE 

Lembrando que os partidos fizeram acordo com o governo,  motivando os deputados a votarem NÃO, principalmente os estados do Ceara, Bahia e Minas. Estes serão os candidatos na próxima eleição que os representarão no congresso. 

Estamos de olho!

Fonte
2.camara.leg.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Copyright © 2015 - clickjoribeiro.com.br

Todos os direitos reservados

Design e código: Sanyt Design | Imagem logo: Deposit Photos